Bem-vindo viajantes

Bem-vindo viajantes! Esse blog tem como objetivo tornar público algumas questões, reflexões e vivências que tenho tido, daí o nome "Viagens de Paulo Pom". As postagens e discussões desse espaço envolverão os seguintes temas: meio ambiente, sustentabilidade, ciclismo e cicloturismo, montanhismo e vivência ao ar livre. Mas viagens por outros mundos também serão feitas...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

CICLOVIA EM MOEMA (S. PAULO): A POLÊMICA

A Ciclovia:

Moema é um bairro bem diversificado na cidade de S. Paulo: boemia a noite, comércio intenso durante o dia, shopping de alto padrão e prédios residenciais de parte da burguesia paulistana, dentre outras características. O trânsito pelas ruas estreitas e avenidas é sempre pesado.

Foi nesse contexto que a Prefeitura implantou uma ciclovia permanente com 3,3 km, situada entre a calçada e vagas de estacionamento, com separação apenas pela pintura no asfalto. Atualmente está em fase de testes. 

Ciclovia de Moema e o tráfego pesado
 de carros (Diário de SP, 6/nov/2011)
O trajeto inaugurado corresponde a apenas 17,3% da extensão projetada originalmente, que era de 19 km e chegaria às proximidades de uma estação de metrô (São Judas), para fins de integração (O Estado de SP, 7/nov/2011). 

Um trajeto de 6,5 km de ciclorota deve ser instalado em breve, onde as bicicletas não estarão segregadas como na ciclovia, mas terão preferência e a velocidade dos carros será reduzida para 30 km/h no máximo.

O mapa da ciclovia (em vermelho) e da 
ciclorota (em laranja) - Bairro de Moema
(O Estado de SP,  4/nov/2011)
A polêmica: 

Contrapondo-se com a alegria de ciclistas e daqueles que pensam no bem da coletividade, alguns frequentadores de Moema se aborreceram com a ciclovia.

Segundo o Diário de SP (6/nov/2011), uma lojista parou o carro irregularmente em cima da ciclovia como forma de protesto, em razão da perda de vagas para estacionamento e suposta queda de movimento de consumidores em seu estabelecimento. Ela estava liderando um baixo-assinado contra a ciclovia, que era preenchido pelos motorizados. 


Vários jornais constataram o desrespeito à nova via exclusiva de ciclistas: 

Ciclista desvia de "tanque" estacionado 
na ciclovia de Moema
(O Estado de SP,  7/nov/2011)

Carro "Kia", placa EQW-1343 pára em cima da ciclofaixa
e ciclista tem que desviar... 
(O Estado de SP,  8/nov/2011)
Motocas circulam pela faixa exclusiva de bicicleta.
Não cola a desculpa que se trata de novidade,
a pintura vermelha e a sinalização são claras.
(O Estado de SP,  4/nov/2011)
O pior foi o depoimento dessa senhora. Quem ainda não viu, vale conferir, mas se prepare, você ficará chocado (a):  


A Associação de Moradores e Amigos de Moema (Amam) se manifestou sobre a possibilidade de ingressar com ação judicial visando a retirada da ciclovia (O Estado de SP, 8/nov/2011 e Mobilize). Por outro lado, o blog "Vá de Bike", de Willian Cruz, entrevistou a presidente dessa associação e, num depoimento bem interessante, ela se mostrou favorável a ciclofaixa e negou a intensão de impugná-la na Justiça (http://vadebike.org/2011/11/entrevista-com-rosangela-lurbe-presidente-da-amam/).


De qualquer forma, os protestos de algumas pessoas que circulam por Moema se contrapõem a uma pesquisa feita pela Rede Nossa São Paulo, em parceria com a Câmara Municipal de SP, com apoio da Rádio Estação ESPN. Nesse trabalho, uma consulta pública ouviu 33.340 paulistanos e cerca de metade citou a necessidade de criação de ciclovias e incentivos ao transporte de bicicleta  (O Estado de SP, 11/out/2011).

O Movimento Nossa SP perguntou: quais das medidas citadas acima devem
ser priorizadas pelo Poder Público em 2012 em S. Paulo?
48,8% citaram o transporte cicloviário.
(O Estado de SP,  11/out/2011)
Claro que o número de entrevistados é pequeno em relação ao universo de 10 milhões de paulistanos, mas a pesquisa mostra como a bicicleta vem sendo reconhecida como um meio de mobilidade urbana.

A ciclista Renata Falzoni enviou mensagem sobre uma petição pública a favor da ciclofaixa de Moema; quem quiser, ainda pode assinar: 

ABAIXO ASSINADO A FAVOR DA CICLOFAIXA DE MOEMA

Nesse momento precisamos nos unir e trabalhar um pouco para o bem de muitos.
Peço que assinem e ajudem a divulgar o abaixo assinado a favor da
Ciclofaixa de Moema, nesse link:

Mais detalhes nesse site:

Para estar ao par do que rola no movimento pela bicicleta como meio de
transporte, curta a página no Facebook:


Agradeço
Renata Falzoni 

Nossa posição

A ciclovia de Moema é uma excelente iniciativa e deve ser mantida. Com o tempo, a polêmica diminuirá, mais ciclistas usarão a ciclovia e o bairro enxergará novas oportunidades.

Todavia, a apresenta problemas estruturais. i) alguns trechos de buracos, como atestou matéria do Diário de SP (6/nov/2011); ii) possibilidades de acidentes entre ciclistas e aqueles que saem dos carros estacionados ao lado da ciclovia - seria melhor manter as vagas somente do lado direito da rua. 

Buraco flagrado 
pelo Diário de SP (6/nov/2011)
Fontes
- Diário de S. Paulo, 6/nov/2011, p. 10, Silvério Morais.
- O Estado de S. Paulo, 11/out/2011, p. C9, Marcio Pinho e Diego Zanchetta.
- O Estado de S. Paulo, 4/nov/2011, p. C10, Rodrigo Burgarelli.
- O Estado de S. Paulo, 7/nov/2011, p. C5, Adriana Ferraz e Rodrigo Burgarelli.
- O Estado de S. Paulo, 8/nov/2011, p. C8, Felipe Tau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário