Bem-vindo viajantes

Bem-vindo viajantes! Esse blog tem como objetivo tornar público algumas questões, reflexões e vivências que tenho tido, daí o nome "Viagens de Paulo Pom". As postagens e discussões desse espaço envolverão os seguintes temas: meio ambiente, sustentabilidade, ciclismo e cicloturismo, montanhismo e vivência ao ar livre. Mas viagens por outros mundos também serão feitas...

segunda-feira, 22 de julho de 2013

CICLOVIAGEM LAGAMAR - CAP. II Pedalando pela Ilha do Cardoso

Em maio de 2012, a convite da Expedição & Aventura, pedalei durante quatro dias pelas praias desertas do Lagamar, rodeado de restingas, manguezais, ilhas, morros isolados, vegetação nativa e um mar pulsante. 

blog Viagens de Paulo Pom está contando a história dessa cicloviagem. Antes de prosseguir, clique nos links abaixo e recordem as postagens antigas dessa viagem: 

Ilha do Cardoso: exuberante 

Introdução:
o Lagamar

planejamento,
Cananeia e 
a travessia para a Ilha do Cardoso. 









O NÚCLEO MARUJÁ

Após 60 minutos navegando de lancha pelo canal de mar, desembarcamos no Núcleo Maruja, a mais conhecida comunidade caiçara da ilha, cujo sustento depende muito do turismo e por isso existe infraestrutura de campings, pousadas familiares e restaurantes.




Além da praia, outros atrativos podem ser visitados a partir da vila: trilhas, morros, costões rochosos, cachoeiras e piscinas naturais, como mostra a foto ao lado.


Chamou-me a atenção, no centro de visitantes, um painel repleto de embalagens usadas, a maioria plásticas, de diversos produtos.


Era lixo recolhido na praia, proveniente dos mais afastados cantos do mundo, como países asiáticos, Europa e América do Norte. “Tudo que jogamos no mar, um dia ele devolverá”, lembrava um cartaz.

Lampada enorme achada no mar

Garrafa plástica de país asiático











Fizemos uma rápida visita pela comunidade do Núcleo Marujá, oportunidade em que duas pequenas e lindas moradoras pousaram para fotos:


Pudemos ainda observar outros atrativos interessantes do Núcleo Marujá:



Voltei ao tempo quando vi o barracão abaixo. Anos atrás, eu dancei forró naquele lugar. Saudades...


Logo montamos nos selins e ganhamos as areias da praia da Ilha do Cardoso, no sentido sul, como mostra o mapa abaixo (clique no mapa para ampliar):


De um lado da bicicleta, a imensidão do mar e suas ondas; do outro, a vegetação de restinga e os morros enfileirados ao fundo.


Gaivotas acompanhavam a dança das bicicletas e pequenos caranguejos corriam pela areia.



Abaixo, o caranguejo me encarou enquanto eu tentava fazer uma foto "ao lado" dele: 


Estávamos imersos numa paisagem de tirar o fôlego, que nos proporcionava uma sensação indescritível de liberdade.


Pedalando em ritmo de contemplação, passamos pela comunidade Enseada da Baleia, e, depois de 18 km, chegamos ao Pontal do Leste, extremo sul da ilha, onde descansamos ouvindo histórias locais do pescador Sr. Feliciano.


Mas essa história ficará para o próximo capítulo.

Acompanhem no próximo capítulo:
- a travessia e o pedal pela Ilha Superagui.

Quem leva:  


 Expedição & Aventura


Visa integrar práticas esportivas para iniciantes ou mesmo para aventureiros mais experientes, promovendo passeios ou expedições de caiaque e bicicleta em diferentes roteiros. Trabalha com grupos pequenos de 4 a 12 pessoas e organiza viagens durante o ano inteiro. Ideal para quem está começando e não quer se preocupar com agendamentos e infraestrutura.




6 comentários:

  1. Lugar paradisíaco... e ainda por cima - ou por isso mesmo - sem carros...

    ResponderExcluir
  2. Muito massa, ainda vou numa dessas com você.....abraço

    ResponderExcluir
  3. Professor, que coisa mais lindaaaa! Não sabia desse seu lado! Visitarei o blog assiduamente, pode apostar! Parabéns... Amei... Tb quero ir numa dessas qualquer hora!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tainara rsss obrigado, não sabia que você tinha acessado o blog. Beijos

      Excluir