Ultimas Postagens

25 de nov de 2012

BRASÍLIA E SUAS BICICLETAS


A minha pesquisa de mestrado me levou algumas vezes para ao centro do poder político do país: Brasília. 

Quando dava um tempo na busca de dados da pesquisa, eu procurava por bicicletas. 

Nas fotos abaixo, um pára ciclo situado no prédio principal da Câmara dos Deputados, próximo da entrada de autoridades.



A seguir, outro pára ciclo (num dos prédios anexos do Congresso Nacional):

Bicicletário em BSB
Fora isso, não vi muitos ciclistas se deslocando pela Capital Federal, motivo pelo qual decidi buscar informações que esclarecessem essa situação.

Na foto acima, o ciclista e estudante precisou lançar mão
do terno e gravata para circular pelos corredores do Congresso.

Primeiro descobri algo triste: em jul./2012, o Judiciário de BSB condenou um motorista que, em 2006, atropelou e matou o ciclista Pedro Davison.

O imprudente deverá pagar uma indenização de R$ 150 mil por danos morais a família do ciclista e mais uma pensão de R$ 970,00 à  filha de 13 anos, até ela completar 25. E na esfera criminal, o motorista pegou 6 anos de prisão, mas recorre em liberdade (mais informações clique aqui).



A verdade é que, como circulei pelo Plano Piloto vi poucas bicicletas em Brasília.



As avenidas grandes e rápidas não são seguras para os pedalantes e priorizam os carros.



Então, poderíamos afirmar que as bicicletas são raras em BSB? A resposta é NÃO.


Phillip James é ciclista em BSB e me contou por e-mail que os usuários de bicicleta da região centrão (Plano Piloto) preferem se deslocar entre as quadras, evitando ruas e avenidas.
Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Uirá Lourenço também usa a bicicleta como meio de transporte em BSB, junto com seus filhos de 3 e 4 anos (a família não tem carro por opção); ele é bike anjo e membro da associação "Rodas da Paz". Ele me informou que as cidades-satélites de BSB (Paranoá, Estrutural e Ceilândia) possuem um movimento interessante de ciclistas, como se vê na foto acima e todas abaixo, que ele gentilmente cedeu para o blog.


Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)

Phillip criticou as "ciclovias" do Distrito Federal, construídas sem planejamento urbanístico e sob calçadas, obrigando os pedestres a caminharem pelas ciclovias. Além disso, não há investimento em educação no trânsito e, com isso, se antes os motoristas mandavam os ciclistas para as calçadas e hoje em dia eles gritam: "vai pra ciclovia".

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Para Phillip, as ciclovias são feitas pelos políticos para "calar a população". Ela me contou que em sua viajem de bicicleta de BSB para a Rio+20 percebeu essa lógica em várias cidades. Isso porque ele não passou por S. Paulo e não viu as nossas "ciclofaixas" de domingo...

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Uirá destacou que em BSB existe uma mudança gradual de comportamento, mesmo na região central, onde cada vez mais pessoas optam pela bicicleta.

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Uirá mencionou que o relevo plano e o período longo de estiagem contribuem para o uso da bicicleta em BSB...

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
... mas as longas distâncias e "contexto rodoviarista" dificultam a massificação da cultura de bicicleta.

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Uirá me disse que é preciso uma "mudança cultural" em BSB: "alguns admiram nosso estilo de vida...

Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
...mas muitas pessoas ainda nos veem como estranhos por usarmos bicicleta e não termos carro".
Semana do Dia Mundial sem Carro (22/9) no Distrito Federal
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Portanto, não há mais dúvidas: as bicicletas existem em abundância em BSB. E para terminar, encerro com mais uma foto gentilmente cedida por Uirá Lourenço do "ciclocatador" que mora na região central de BSB e chega carregar 80 kg de latinha:

O 'ciclocatador' de Brasília
Foto de Uirá Lourenço (www.rodasdapaz.org.br)
Ele mesmo montou a bicicleta e todo o aparato que usa. 

Agradeço aos amigos ciclistas de BSB que gentilmente compartilharam fotos e informações: 

- Phillipis James - página no Facebook "Sistema Cicloviário - Além das Ciclovias"

- Uirá Lourenço - www.rodasdapaz.org.br - "É pedalando que a gente se entende"

4 comentários:

  1. Carissimo blogger.
    Infelizmente muitas das informações prestadas NÃO CONDIZEM com a realidade do trabalho ciclístico que é desenvolvido em nossa cidade.
    Grupos político-anarquistas prestam-se tão somente a minimizar o esforço no tempo que MUITOS ciclistas amadores têm empreendido pelo desenvolvimento do transporte sustentável em nossa cidade. Teremos em breve a maior ciclovia (em kms) do Brasil, interligando em sua fase final as regiões administrativas de Brasilia.
    O trabalho e esforço que abnegados ciclistas prestam-se para entregar suas contribuições à população, mesmo que poucas e histéricas vozes levantam-se aqui e acolá, são visíveis nos últimos 2 anos. E isso NÃO TEM NADA de coloração partidária. Sendo assim, o escriba que aqui se apresenta, solicita a V.Sa ouvir e reportar o que tantos outros lhe forneceram e suas impressões, para verificares que pontos apresentados aqui destoam muito do que realmente (e felizmente) existe em nossa Brasilia.

    Cordiais Saudações e Saudáveis pedaladas.

    Paulo Santos
    Brasilia - DF
    (algumas relevantes informaçoes na pag. Facebook do amigo e dinâmico e batalhador ciclista Ronaldo Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Paulo Santos: as informações prestadas nesta postagem foram colhidas com base em depoimentos de cicloativistas da cidade de Brasília, cujos nomes foram devidamente citados. Entendo que as informações prestadas condizem com a realidade de BSB, o que pode acontecer é que pessoas tenham uma visão diferente da mesma realidade e, para tanto, o blog está aberto a discussões. Caso o amigo queira colaborar com o blog, expondo um outro lado do trabalho ciclístico feito em BSB, estou aberto, pode me enviar um e-mail (paulorobertopom@gmail.com) e fazemos uma postagem especial. Muito obrigado.

      Excluir
  2. Nossa, chamar de batalhador alguém que se orgulha de ter implantado um projeto rorizista de ciclovista é de fazer chorar...
    Que adianta Kms de ciclovia sem educação para respeito de trânsito? Não param de subir as mortes por atropelamento de pedestres na FAIXA enquanto atravessam!!!
    Grande política de mobilidade sustentável. Conversa pra boi dormir!
    http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2012/09/aumenta-numero-de-atropelamentos-com-morte-na-faixa-em-brasilia.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Tata: obrigado pelo seu depoimento no blog. Abraços Paulo

      Excluir

Traduzido Por: Mais Template - Designed By