Ultimas Postagens

28 de abr de 2014

SEM BRAÇO, JOVEM VOLTA A PEDALAR

Tragédia, força de vontade e superação...

Reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo", de 9 de março de 2014, p. A 23, mostrou como anda o jovem ciclista David Santos Sousa, de 22 anos, que perdeu o braço direito quando foi atropelado há um ano atrás na Avenida Paulista, cidade de São Paulo. Na época, o atropelamento chocou a todos... 

Por volta das 6 horas da manhã, do dia 10 de março de 2013, David seguia de bicicleta pela Av. Paulista para mais um dia de trabalho como limpador de janelas dos arranha-céus paulistanos, onde utilizava técnicas de rapel. Mas Alex Kozloff Siwek, que voltava de uma boate, atropelou violentamente David. 

Segundo o jornal, Alex estava embriagado e testemunhas relataram que ele conduzia seu carro em zigue-zague e em alta velocidade. Com o impacto, o braço direito de David foi decepado e ficou preso no veículo. Ao invés de parar e prestar socorro, Alex fugiu até a Av. Ricardo Jafet, onde jogou o braço de Davi em um rio. Alex foi preso preventivamente e hoje responde, em liberdade, por um mero processo de lesão corporal, ao invés de tentativa de homicídio como deveria ser.
O ciclista David, que usa a bicicleta como
meio de transporte e pedala 21 km por dia
Foto: O Estado de S. Paulo
David não pôde mais trabalhar com técnicas de rapel para limpar as janelas dos edifícios. Por outro lado, mesmo com o trauma, ele não desistiu da bicicleta e todos os dias pedala 21 km que separam sua casa, situada na periferia paulistana, no limite com Diadema, da escola onde frequenta um curso técnico de administração, no Brás, região central da cidade. 

"Para andar de bike, o braço que perdi não faz falta, aprendi a me virar com o esquerdo mesmo e até virei canhoto", disse David para o jornal. 

Depois do atropelamento e um período de recuperação no hospital, David ganhou uma prótese de um empresário de Sorocaba, que só é usada quando ele não anda de bicicleta. 

Além de estudar, David aposta na carreira de palestrante motivacional: "No ano passado, fiz algumas palestras em empresas e escolas. Quero intensificar neste ano. (...) por problemas pequenos, muitas pessoas querem jogar tudo para o alto, parar de trabalhar, estudar. Elas se esquecem que têm uma vida grandiosa pela frente", disse o ciclista para o jornal.

Fonte: "O Estado de S. Paulo", 9 de março de 2014, p. A 23. 

Vejam o vídeo com David pedalando e fazendo outras atividades:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Traduzido Por: Mais Template - Designed By