Ultimas Postagens

4 de mai de 2014

PEUGEOT PRESTIGE 10 (bicicleta antiga)

"Cada um tem o Peugeot que merece..." 

Essa frase irônica foi proferida por um amigo meu que não é ciclista e valoriza automóveis. Na ocasião, estávamos numa roda de ciclistas, exaltando as bicicletas da marca Peugeot e esse sujeito soltou essa pérola para enaltecer os donos de automóveis daquela marca e menosprezar aqueles que tinham uma bicicleta Peugeot.


Claro que foi uma brincadeira que ele fez, mas pensando bem, a frase não está totalmente errada. Vejam na história que vou contar.

Peugeot
Era mês de novembro, do ano de 2011. Depois de um trânsito absurdo na saída da cidade do Rio de Janeiro, meu ônibus parou na rodoviária de uma pequena cidade do interior do estado do Rio. Era tarde da noite e eu ainda teria que arrumar outra condução para ir à Santa Maria Madalena, onde estava acontecendo o 10º Encontro Nacional de Cicloturismo e Aventura.

Igreja Matriz de Santa Maria Madalena (RJ),
onde foi realizado o 10º Encontro Nacional
de Cicloturismo e Aventura, em 2011
Enquanto eu buscava informações sobre transportes para Madalena, surgiram dois ciclistas que também iriam participar do Encontro de Cicloturismo.

Pedra do Desengano - Sta. Maria Madalena (RJ),
onde foi o Encontro Nacional de Cicloturismo de 2010
Conversamos e percebi que eles estavam tão perdidos quanto eu. Decidimos tomar um ônibus até uma outra cidade e de lá rachar um táxi até Madalena. Era a única opção viável naquele horário da noite. 

Um dos ciclistas possuía uma bicicleta estilo mountain bike (como o modelo abaixo), ideal para os passeios em estrada de terra previstos na programação do evento.


Mas o outro ciclista estava com uma bicicleta modelo speed, ideal para asfalto. Achei estranho e fui conferir de perto, quando tive uma surpresa: a bicicleta não era apenas uma speed, mas sim uma antiga Peugeot Prestige 10 (foto abaixo):

A clássica Peugeot Prestige 10
no Encontro Nacional de Cicloturismo
em Sta. Maria Madalena (RJ)
Não me lembro o nome do jovem ciclista que havia trazido a clássica Peugeot Prestige 10 para o Encontro de Cicloturismo. Tão pouco me recordo o ano de sua fabricação, só me lembro que a bicicleta havia pertencido ao avô daquele ciclista e estava toda original.

Os trocadores de marcha presos no quadro;
os decalques originais característicos da Peugeot
As fotos da Peugeot foram feitas durante o Encontro de Cicloturismo, após um passeio coletivo realizado pela zona rural de Sta. Maria Madalena. Lembro-me que os participantes do evento estavam numa palestra interessante sobre uma grande viagem de bicicleta. Mas o meu interesse era a Peugeot, tanto que escapei da palestra para fotografá-la.



As fotos acima mostram os decalques desgastados do quadro da bicicleta: uma autêntica Peugeot Prestige 10. Abaixo, a parte frontal do quadro, todo trabalhado (!!). Chama atenção o decalque vermelho do Leão, o tradicional símbolo dessa marca. Isso sem falar no sistema freio.


O dono só trouxe essa Peugeot para o Encontro Nacional de Cicloturismo, porque era a única magrela que ele dispunha naquele momento. Abaixo, a parte frontal da bicicleta sob outro ângulo; uma riqueza de detalhes:


Abaixo, o câmbio traseiro: 


Na parte lateral do quadro, o escudo vermelho com o Leão característico da Peugeot e outros detalhes: 


A seguir, foto do garfo e, mais uma vez, uma riqueza de detalhes.


É claro que o ciclista teve dificuldades para pedalar pelas estradas de terra, lama, buracos e pedra de Sta. Maria Madalena. Lembro até que houve algum problema na bicicleta.


É provável também que alguns outros participantes tenham ironizado a bicicleta do nosso amigo, afinal uma speed e ainda tão antiga não cabe num encontro ciclístico com passeios rurais. 


Nada disso importou. A Peugeot Prestige 10 se destacou no meio das bicicletas modernas. 

Realmente, cada um tem o Peugeot que merece... E dentro das opções dessa marca, eu prefiro mil vezes a bicicleta.

8 comentários:

  1. Linda cidade. Tive o prazer de fotografa´-la, inclusive a igreja que aparece em uma das fotografias. Em breve em meu perfil no Facebook. Realmente, muitas estradas rurais e ruins. Em uma por estar em obra e ter chovido, o carro atolou e so´ saiu sendo empurrado. Peugeot guerreira!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a postagem... e realmente entre o carro e a bicicleta tenho preferido a bicicleta muito mais... (principalmente nos últimos 10 anos devido ao crescimento da frota e congestionamentos...!!!)

    Cicloabraços
    Joãozinho

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Dava Para escolher ná epoca se vinha ou não com os ganchos da bomba ? Porque tenho uma peugeot 1o igual, só sem os detalhes da bomba de pneu ( Comente nesse aqui )

    ResponderExcluir

Traduzido Por: Mais Template - Designed By